Visualizações de página do mês passado

sábado, 26 de novembro de 2011

“Bolsolidades” azedando a goiabada da Matinha de Dona Lô


Fátima Oliveira

Relembro que A Goiabada de Novembro, nada mais é do que um ajuntamento de mulheres do povoado para a última colheita de goiaba do ano, ocasião em que fazem doces de goiaba para as festas da capela, do Dia do Nascimento (Dia de Natal) e do Dia de Ano (Ano-Novo). Mais uma das tradições que Dona Lô herdou de sua mãe Donana”. Era sexta-feira, véspera da “feitura” dos doces de goiaba, e Dona Lô atende a um telefonema...
– Ô Estela, vamos jantar hoje “Terrina de legumes com flor de sal”. Faz tempo que não faço. Deu vontade, saudade... A que horas chegarão? Está fresquinho aqui. Ventando muito e quase frio demais. Dá pra beber um vinhozinho esperto...
– ...



– Então está bem, minha rosa. Até mais ver!  Passe um corretivo em Pedro. Que ele não chegue aqui pra me fazer raiva porque amanhã teremos um dia cheio... Não quero falar de ministro entrante, sainte, balançante, na corda bamba, na corda esticada, nada de nada! Que ele só me fale em Dilma pra dizer que ela é uma flor de sal... Ah, que vai falar, vai! Por causa da receita de hoje, que leva o condimento...

– ... 



– Os preparativos de amanhã pra Festa da Goiabada estão nos trinques, desde as turmas. Gracinha está tomando conta de tudo, das turmas todas, que são quatro: a da coleta das goiabas; a que lava, descasca, corta a goiaba e retira o miolo com as sementes e que também pesa as goiabas; a que passa o miolo na peneira e prepara a massa; e as 3 duplas de “tacheiras”: a de goiabada cascão, a de goiabada em calda e a da geleia de goiaba.  Estão bem divididinhas. Sem susto!  Você não terá muito trabalho, além de “ficar de olho”. O fogão de lenha está só a espera dos tachos de cobre...



.. tacho de cobre com capacidade para 200 litros de leite!! Bichinho ..

– ... 

– Antes que você pergunte, digo-lhe: o cardápio da Festa da Goiabada será o de sempre, o nosso tradicional Arroz de Maria Isabel de Carne Seca, como nos tempos de Donana...
Na boquinha da noite chegou Estela com sua catrevagem e também a curriola, que é Cesinha e a tal da namorada (esconjuro!). Pedro, como de costume, não adianta Estela “passar a língua”,  tem de falar nas coisas da política, mal chega.




– Mas Dona Lô, eu vinha seco pra degustar seu vinhozinho, vamos a ele! Nada de política, foi o que me pediu Estela. De acordo, mas essa do deputado Bolsonaro, não podemos deixar de falar. O sujeito é sem limites, um boquirroto. Todo mundo sabe. Já virou chacota nacional sem crédito. Mas desrespeitar a presidenta como ele fez ontem, é inadmissível, não acha senhora?
– Ah, Pedro, infelizmente temos de azedar a nossa noite com o assunto. Por mais que saibamos que ele é azuretado, e que ninguém dá um tostão furado pelo o que sujeito fala, fiquei chocada! Estou pelas tabelas com tanta desfaçatez.
–...
– Daqui da Chapada do Arapari ele não sairia palitando os dentes, isso garanto, pois aqui “Mexeu com Dilma, mexeu comigo!” Aqui ele não teria coragem pra dizer nem que Dilma é bonita! “Formiga sabe o pau que roi”, ora se sabe! Ele canta de galo lá em Brasília. Não mais! Como foi que ele disse mesmo?
Sem perder tempo, Pedro puxou um papel do bolso...
–  Até copiei a matéria. Escute só a baixaria: 
“Bolsonaro pede a Dilma para assumir 'se gosta de homossexual' – ‘Se o teu negócio é amor com homossexual, assuma’, disse na tribuna (vídeo)
Parlamentares apontaram falta de decoro. Ao G1, Bolsonaro negou ofensa.
[Do G1, em Brasília]

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) pediu à presidente Dilma Rousseff, em discurso na tribuna da Câmara na manhã desta quinta (24), para parar ‘de mentir’ e assumir ‘se gosta de homossexual’.
Bolsonaro criticava o que chama de ‘kit gay’ do Ministério da Educação, uma cartilha contra a homofobia que seria usada em escolas públicas, mas cuja distribuição foi suspensa por determinação da presidente.
‘O kit gay não foi sepultado ainda. Dilma Rousseff, pare de mentir. Se gosta de homossexual, assuma. Se o teu negócio é amor com homossexual, assuma. Mas não deixe que essa covardia entre nas escolas do primeiro grau’, afirmou o deputado no discurso, disponível no site do Câmara (...)”
– Pois é Pedro, para além da falta de decoro este senhor precisa de um corretivo e quem tem de fazer isso são os pares dele lá da Câmara, que não podem se furtar de analisar e decidir. Que a Câmara não fuja da raia... Ele extrapolou. Além de ser declaradamente homofóbico e racista, é um ser humano abjeto que sofre do mal da verborragia e não aprendeu o que é ter limites.
– ...
–  Ainda tem mais. Vejamos: “Reações:


 Após a fala de Bolsonaro na tribuna da Câmara, o deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ) subiu à tribuna e rebateu as declarações do parlamentar do PP. ‘O que nós ouvimos aqui hoje foi novamente um discurso de ódio, um discurso de preconceito, um discurso inclusive que, se eu entendi direito, faltou com o decoro parlamentar ao fazer insinuações a respeito da própria Presidente da República. A opção sexual de qualquer ser humano, deputado, é uma questão de foro íntimo desse mesmo ser. E todos nós temos o mesmo direito perante a Constituição’, declarou Sirkis.


  A senadora Marta Suplicy (PT-SP), vice-presidente do Senado, também reagiu ao discurso de Bolsonaro. ‘Como mulher, como cidadã, como mãe, como senadora, como vice-presidente desta Casa, pedimos ao presidente da Câmara, deputado Maia, que tome enérgicas providências e limites, porque está sem um freio de arrumação. Sinto muito a falta de decoro parlamentar desse deputado. Tem ofendido cidadãos comuns e agora até mesmo a Presidente da República’, afirmou (...)
– Pois que pague pela sua falta de limites, que seja punido! Cadê os homens e as mulheres de coragem e vergonha na cara, em defesa de nossa Constituição, do direito à privacidade, à honra e à imagem que há na Câmara dos Deputados? Ou estou enganada? O presidente da Câmara vai calar, é? Não vai fazer nadinha? Estou aqui só bispando... E eu que pensei que a presidenta tivesse um partido... Parece que não! Como o PT ainda não se mexeu pra defender a mulher? Que ‘disgrota”! Das grandes. Tem de tomar medidas legais, que mané de soltar nota resolve coisa alguma!
–...
– É boçalidade demais num monte de bosta podre surtado! Sinto asco! AS-CO!!!!
–...
– Não é da conta daquele senhor de ares de alucinado a vida sexual da presidenta. Quanto mais fantasiar, inventar coisas que ele não tem como provar. Não cabe a ninguém fazer juízo de valor sobre a sexualidade de qualquer pessoa.
–...
– E qual é o problema de alguém ser gay ou lésbica? Nenhum! E, por hoje, ponto final no assunto Pedro, pois tanta “bolsolidade” pode até azedar minhas goiabadas amanhã. Capaz de fazer a gente perder o ponto dos doces...

 (Goiabas em calda)

– Estou de acordo com a senhora. Vinho ao ponto, viu Dona Lô! E a que horas vamos  comer nosso patê com flor de sal? Ah, se tem uma coisa que eu gosto  muito também é aquele... “Gateau de abobrinha com brie e flor de sal”. Faz tempo que a senhora não faz, né não Dona Lô? Ali é também comida especial demais da conta...


(Maria do Carmo/Folha Imagem)
(Veja como preparar um delicioso "gateau" de abobrinha com brie, do chef Felipe Ferragut)


 – Vamos terminar nossa garrafa de vinho, não é Pedro? Também esperar um pouco Estela arrumar suas coisas. Ah, não é patê que vamos jantar... É terrine... Terrina...
– Diferenças?
Estela, que acabara de chegar, mas até então caladinha, não se conteve: “Terrina ou terrine é o nome em francês dado a uma vasilha funda, com tampa, refratária e geralmente de cerâmica. Os pratos preparados nessa vasilha levam o mesmo nome”; ou seja, tudo o que é assado numa terrine, recebe o nome de terrine disso, daquilo e daquilo outro... “Terrine é a forma em que o patê é assado, pode-se preparar terrine de quaisquer ingredientes não resultando necessariamente em um patê. Pode-se, por exemplo, preparar uma terrine de legumes e não será um patê”.





– Dindinha, Pedro é daqueles que nunca vai aprender essas filigranas... Come patê e come terrine, com muita frequência, desde que namorávamos, quando começou a frequentar a Matinha de Dona Lô, e nunca sabe o que é um e o que é o outro! Também não consegue distinguir o que é “gateau” de sal, só comer. Desisto! Estou careca de dizer-lhe que tudo bem, não é só ele quem confunde. Muita gente também.
– ...
– Mas é uma confusão à-toa: “Confunde-se Terrine com patê pelo fato de que um dos clássicos preparados com o foie gras (fígado de ganso) é preparado na terrine, são os fígados temperados com sal, pimenta-do-reino, enriquecida com fatias de trufas negras, regados com vinho Sauternes ou vinho do porto. Os fígados são apertados na terrine e cozidos em banho-maria. Depois de frio pode-se retirar da terrine e fatiar, e a consistência fica parecida com a de um patê”. 


 (Terrine de foie gras)

Dona Lô ria incontrolavelmente porque aquela não era a primeira vez que ouvia Estela dizer a Pedro as diferenças entre terrine, patê e gateau... Por fim, não se agüentou, e espocando de rir, foi em socorro de Pedro: “Esquente não, Pedro! Pra que vai aprender se tem Estela, uma enciclopédia ambulante, mulher fina e da hora, criada nos cânones de Donana Tropeira, para relembrar as diferenças, né não? Ademais Estela, o marido que você escolheu é assim. Vai ficar com ele ou vai jogar no lixo?"
Rsrsrsrsrs...

Matinha de Dona Lô, 25 de novembro de 2011
Terrine de Legumes  com flor de sal
Ingredientes

2 pimentões vermelhos
2 pimentões amarelos
1 berinjela grande em tiras
1 abobrinha média em tiras
6 colheres de sopa de azeite
1 cebola roxa, em fatias finas
1/2 xícara de chá de uvas-passa
1 colher de sopa de pasta de tomate
1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto
1 2/3 xícara de chá de suco de tomate
2 colheres de sopa de gelatina em pó
Folhas de manjericão
Flor de sal

Modo de Fazer
1. Lave os pimentões sob água corrente e unte com óleo ou azeite de oliva. Coloque numa assadeira e leve ao forno médio (180 graus) por 30 minutos ou até que a casca comece a queimar.
2. Lave as abobrinhas e a berinjela sob água corrente e corte em fatias finas, no sentido do comprimento. Unte uma assadeira com azeite e coloque as fatias de berinjela e abobrinha. Regue com mais azeite e leve ao forno por 20 minutos ou até que as fatias comecem a murchar.
3. Retire os pimentões do forno e embrulhe em filme plástico para que a pele se desprenda mais facilmente. Corte os pimentões ao meio e retire as sementes. Corte cada metade ao meio novamente. Com a ajuda de uma faca, retire a pele dos pimentões. Reserve. Leve uma frigideira ao fogo baixo para esquentar.
4. Acrescente o azeite, a cebola, a uva-passa, a pasta de tomate e o vinagre. Refogue por 10 minutos, mexendo sempre ou até que a mistura comece a caramelizar. Retire do fogo e deixe esfriar.
5. Coloque o suco de tomate num recipiente e polvilhe a gelatina. Espere hidratar e leve ao banho-maria para dissolver. Mexa com uma colher e retire do fogo.
6. Unte uma forma para terrine com óleo ou azeite de oliva. Cubra toda a forma com filme-plástico, deixando uma margem, de 3 cm para fora da forma, de plástico.
7. Coloque uma camada de pimentões vermelhos no fundo da terrine. Jogue um pouco de suco com gelatina sobre os pimentões. Coloque uma camada de berinjela, outra de abobrinha, outra de pimentão amarelo e outra da mistura de cebola. Jogue um pouco mais de suco. Faça mais uma camada com os legumes restantes e finalize com os pimentões vermelhos. Cubra com o suco de tomate restante. Bata a forma, levemente, contra uma superfície dura para retirar as bolhas de ar. Cubra com filme plástico, leve à geladeira por no mínimo 6 horas ou até que a gelatina fique firme.
8. Desenforme a terrine, puxando pelo plástico. Corte em fatias e enfeite com as folhas de manjericão
9. Salpicar com flor de sal ao servir o prato.

17 comentários:

  1. Fátima, adorei.
    E o novo vocábulo BOLSOLIDADES é nota dez

    ResponderExcluir
  2. Senti firmeza, viu Dona lô?

    ResponderExcluir
  3. Marieta Valadares Santos26 de novembro de 2011 22:07

    Fátima a Dona Lô é um achado literário e político em defesa da presidenta Dilma. Parabéns pela tua criatividade

    ResponderExcluir
  4. A melhor parte é:
    "É boçalidade demais num monte de bosta podre surtado! Sinto asco! AS-CO!!!!"

    ResponderExcluir
  5. PT vai pedir cassação de Bolsonaro
    26/Novembro/2011

    A liderança do PT na Câmara dos Deputados anunciou nesta sexta-feira 25 que vai enviar uma representação ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa para pedir a cassação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). O pedido baseia-se nas declarações consideradas preconceituosas feitas pelo deputado no plenário da Câmara um dia antes, quando ele sugeriu que a presidenta Dilma Rousseff seria homossexual e pediu que ela explicasse os motivos que a levam a defender as políticas federais contra a homofobia.

    “É um caso grave e merece a análise da Casa para a cassação do mandato. Ele é reincidente”, disse o líder petista na Câmara, deputado Paulo Teixeira (SP).

    Em nota, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, repudiou a manifestação de Bolsonaro afirmando que ele agiu “com total desrespeito à pessoa da presidenta Dilma Rousseff”.

    “O PT reafirma com orgulho suas bandeiras históricas contra qualquer tipo de discriminação e preconceito. Esta deve ser uma luta permanente de toda a sociedade que se queira democrática, tolerante e que respeite as diferenças, como, aliás, é da tradição cultural brasileira”, diz a nota.

    O deputado Marcon (PT-RS) pediu para que a fala de Bolsonaro fosse retirada do site da Casa, o que acabou acontecendo. “O deputado é reincidente na quebra de decoro parlamentar. Está passando da hora de a Câmara adotar providências, dando um basta a essas agressões que não condizem com o processo civilizatório, com o papel de um parlamentar e tampouco com a democracia”, disse Marcon.

    “O deputado direitista tem saudades dos anos de chumbo da ditadura militar e não se conforma com o fato de Dilma ser a comandante das Forças Armadas”, completou.

    Distúrbio psíquico – Para o deputado Fernando Ferro (PT-PE), o caso de Bolsonaro indica evidências de distúrbio psíquico.

    “Ele tem uma fixação em temas relacionados à orientação sexual que não é supostamente a dele e chega e beirar um quadro clínico. Nos deixa imaginar que tem algo mal resolvido nesta área, possivelmente necessita de tratamento clínico”, disse Ferro.

    O parlamentar do PT observou que a atitude de Bolsonaro no plenário, a fazer insinuações contra a presidenta Dilma Rousseff, constitui violação à conduta ética e parlamentar. Bolsonaro, conforme lembrou Ferro, já foi alvo de outras ações por suas manifestações de intolerância a pessoas, grupos sociais e instituições. Uma delas foi quando, em entrevista ao programa CQC, da Bandeirantes, fez ataques contra homossexuais e à cantora Preta Gil – dizendo, por exemplo, que seus filhos não corriam o risco de se apaixonar por negras porque foram “muito bem educados”.

    “Ele já passou dos limites, precisa ser punido pela Câmara”, disse Fernando Ferro. Ele afirmou que a Constituição assegura a livre manifestação de opinião, mas há limites. “Não se pode pregar a pena de morte, a intolerância religiosa e sexual, entre outros temas que contrariam as convenções assinadas pelo Brasil em favor da proteção e promoção dos direitos humanos”, disse o parlamentar.

    ResponderExcluir
  6. De acordo com Dona lô, até parece que a presidenta não tem partido. Estão esperando o que pra que tomem as medidas legais necessárias?

    ResponderExcluir
  7. Juarez Rodrigues Santos27 de novembro de 2011 10:47

    Homofobia
    25.11.2011 16:09

    PT vai pedir cassação de Bolsonaro


    A liderança do PT na Câmara dos Deputados anunciou nesta sexta-feira 25 que vai enviar uma representação ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa para pedir a cassação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). O pedido baseia-se nas declarações consideradas preconceituosas feitas pelo deputado no plenário da Câmara um dia antes, quando ele sugeriu que a presidenta Dilma Rousseff seria homossexual e pediu que ela explicasse os motivos que a levam a defender as políticas federais contra a homofobia.


    'Reincidente', Bolsonaro será alvo de representação na Comissão de Ética da Câmara.

    “É um caso grave e merece a análise da Casa para a cassação do mandato. Ele é reincidente”, disse o líder petista na Câmara, deputado Paulo Teixeira (SP).

    Em nota, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, repudiou a manifestação de Bolsonaro afirmando que ele agiu “com total desrespeito à pessoa da presidenta Dilma Rousseff”.

    “O PT reafirma com orgulho suas bandeiras históricas contra qualquer tipo de discriminação e preconceito. Esta deve ser uma luta permanente de toda a sociedade que se queira democrática, tolerante e que respeite as diferenças, como, aliás, é da tradição cultural brasileira”, diz a nota.

    O deputado Marcon (PT-RS) pediu para que a fala de Bolsonaro fosse retirada do site da Casa, o que acabou acontecendo. “O deputado é reincidente na quebra de decoro parlamentar. Está passando da hora de a Câmara adotar providências, dando um basta a essas agressões que não condizem com o processo civilizatório, com o papel de um parlamentar e tampouco com a democracia”, disse Marcon.

    “O deputado direitista tem saudades dos anos de chumbo da ditadura militar e não se conforma com o fato de Dilma ser a comandante das Forças Armadas”, completou.

    http://www.cartacapital.com.br/sociedade/pt-vai-pedir-cassacao-de-bolsonaro/

    ResponderExcluir
  8. Fátima, sou capaz de imaginar as vontades de Dona Lô diante da boçalidade desse deputadinho de merda!
    Que homenzinho mais sem futuro, sô! Acho que desta vez ele pisou fundo demais.Vamos esperar os desdobramentos.
    Lindos pratos! Lindas extravagâncias de goiabas! Com terrina, terrine ou caçarolas, fiquei foi morta de vontade de experimentar um pouquinho de cada um deles, exceto esse tal de fígado de ganso.
    Leila Jalul
    Parabéns por mais este episódio.

    ResponderExcluir
  9. Dona Lô chamou pros cascos. Totalmente de acordo. Dona Lô é uma mulher com Dilma, sempre. E ainda dá uns petecos em quem tinha de defendê-la a tempo e a hora e fica aó com blábláblá. O PT estava esperando o que? Aliás ainda está porque só fez discursinho morno até agora. Tem que entrar com pedido de cassação e mobilizar o povo pra pressionar a Câmara dos Deputados para caçar o mandato do bicho. As mulheres lá da Chapada do Arapari irão a Brasília se preciso for, não é Dona LÔ?

    ResponderExcluir
  10. Imperdoável: esqueci de dizer que as receitas estão supimpas

    ResponderExcluir
  11. Dra. Fátima, acabei de conhecer a Dona Lô. Li dois outros eposódios. A personagem é uma sacada genial que só bons escritores são capazes. É difícilimo escrever contos falando da contemporaneidade. Exige de quem escreve uma tarimba e dons especiais. Parabéns. Vou ler os outros eposódios

    ResponderExcluir
  12. Fátima vc é craque no conto político

    ResponderExcluir
  13. Em minha iponião o deputado em tela é mesmo sem noção. Fala depois pensa. Pior. Depois que pensa sustenta o que falou sem pensar. Há um nome para isto em psiquiatria

    ResponderExcluir
  14. Bolsonaro ataca Dilma e depois nega que
    tenha chamado presidente de “homossexual”

    Os ataques aconteceram num pronunciamento contra o que ele chamou de “Kit Gay 2”

    Do R7, em Brasília.


    O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) provocou nova polêmica na tarde desta quinta-feira (24). Durante um pronunciamento na Câmara dos Deputados, ele teria questionado a sexualidade da presidente Dilma Rousseff. O deputado desmentiu depois.

    Bolsonaro fez críticas às políticas anti-homofóbicas do governo ao apontar aquilo que chama de "Kit Gay 2" – uma campanha elaborada pelo MEC (Ministério da Educação) para combater o preconceito contra homossexuais nas escolas.

    - Dilma Rousseff, pare de mentir! Se gosta de homossexual, assuma! Se o seu negócio é amor com homossexual, assuma, mas não deixe que essa covardia entre nas escolas do primeiro grau!

    A ideia do material retoma a polêmica iniciada pelos ministros Fernando Haddad (Educação) e Alexandre Padilha (Saúde), que montaram kit composto por vídeos sobre bissexualidade, transsexualidade e lésbicas para serem distribuídos a alunos do ensino médio das escolas públicas. Neste "Kit Gay 2", querem montar pacote com cartilha, cartazes, folders e vídeos para distribuição a cerca de seis mil escolas de Ensino Médio.

    Pouco depois do pronunciamento, o deputado voltou atrás e disse não ter questionado a sexualidade da presidente.

    - Eu não chamei a Dilma de homossexual. Eu posso até pensar o que quiser contra ela, mas não vou desqualificar o nível da importância do que está sendo tratado aqui. Dilma faz vista grossa.


    Bolsonaro ataca Dilma por perolasnatv no Videolog.tv.

    Polêmicas

    Não é a primeira vez que o deputado se envolve em polêmicas no Congresso. Em maio, durante uma sessão em que se debatia o projeto que criminaliza a homofobia (PL 122/06), na Comissão de Direitos Humanos do Senado, ele discutiu com a senadora Marinor Brito (PSOL-PA) e foi instaurado processo disciplinar contra ele na Câmara por quebra de decoro parlamentar.

    Na ocasião, o deputado divulgou panfleto contra o kit sobre homossexualidade elaborado pelo Ministério da Educação e teria ofendido a senadora. Ela tentou impedir que Bolsonaro exibisse o panfleto e chamou o deputado de homofóbico.

    Em maio, quando o PSOL anunciou que entraria com a representação contra o deputado, ele afirmou que não estava preocupado.

    - Eu estou me lixando para a senadora. Vou responder à senadora num papel higiênico. A imagem está lá. Ela me deu uma porrada, me xingou de homofóbico, de corrupto e de assassino. Daí eu feri a feminilidade dela? As mulheres do Brasil que me desculpem, mas não são iguais a ela, não.

    ResponderExcluir
  15. Márcio Santana Ferro28 de novembro de 2011 11:33

    Além da política, na qual Dona Lô é sempre 100%, as receitas com Flor de sal são de babar. As imagens das goiabadas são alucinantes

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho esperanças de queo PT vai pedir a casação desse sujeito e colocar gente na rua pra pressionar. Não espero menos, apesar de que PT está atrasado. Dona Lô tem razão

    ResponderExcluir
  17. William Cardoso da Silva28 de novembro de 2011 13:05

    Bolsonoro perdeu a categoria moral mínima para ser parlamentar

    ResponderExcluir