Visualizações de página do mês passado

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

"Mol-TaGGe: arte, cultura e vintage", uma galeria virtual


[Mol-TaGGe_120x120_Web.jpg] 

"A arte é uma mentira que nos faz compreender a verdade"
Fátima Oliveira
Médica – fatimaoliveira@ig.com @oliveirafatima_



Na iminência de "bater a biela", gosto de ver coisas belas, diante das quais desacelero. Na web, sacio meus desejos de apreciar o belo, obras de arte, por exemplo, sobretudo pintura em tela, embora sinta que ficar diante de um quadro real não há o que pague.

  FOTO: DUKE


MarGGa Duval diz que em breve teremos em nossas paredes, virtualmente, os quadros que quisermos, bastando apenas "clicar". Imaginei a minha sala adornada por Monet, Renoir, William Clark Wontner, Tarsila, Djanira, Cézanne e tantos outros...

 [Jardim de Monet (1840-1926)]

[Renoir, 1841-1919 (Mulher com sombrinha (1867)]

The Turban - William Clarke Wontner (William Clark Wontner, 1857-1930)

obras-de-tarsila-do-amaral-13 (Tarsila do Amaral, 1886-1973)


[Djanira, 1914-1979) Anunciação]

Imagen   (Paul Cézanne, 1839-1906)


O escritor irlandês Oscar Wilde (1854-1900), em "O Retrato de Dorian Gray", diz que o artista é o criador de coisas belas; que revelar a arte e ocultar o artista é a finalidade da arte; que toda arte é ao mesmo tempo superfície e símbolo; e que toda arte é completamente inútil, do que discordo porque a paz interior que sinto diante de algumas obras de arte é indescritível.
Há um blog de arte que amo visitar, que é o "Mol-TaGGe: arte, cultura e vintage" , da MarGGa Duval, a quem cedo a palavra: "Profissionalmente nasci quando a melhor propaganda do Bombril estava no auge (Bombril, mil e uma utilidades): jornalista, redatora e revisora; eventual na área de editoração eletrônica; artesã por opção etc. etc. etc. Comecei a blogar como alguém que gosta muito de escrever, é apaixonada pelas artes, o vintage e o retrô, que adora música e ama as imagens. Foi assim que nasceu o Mol-TaGGe...".
O Mol-TaGGe sacia a minha sede pelo belo porque é uma permanente exposição reveladora de uma singular história da arte, pois une o vintage ao moderno e ao contemporâneo. Lá estão artistas brilhantes. A maioria eu jamais poderia apreciar não fosse o mundo virtual. A MarGGa apresenta cada obra de um modo que a gente vai se "ilustrando"... Ou seja, lá também fico menos ignorante em arte.





Até conhecer a MarGGa e a sua magia de blogueira de arte, eu não tinha consciência de por que a protagonista do meu livro "Reencontros na Travessia - A Tradição das Carpideiras" (Mazza Edições) é uma pintora... Até que, depois de muita insistência de um irmão dela, um colega de trabalho, recebi o e-mail que segue: "Olá Fátima!!! A intimidade se deve a duas boas razões. Uma, a amizade e o carinho que meu irmão lhe dedica - amiga de "irmão meu" é minha amiga por tabelinha. Duas, o profundo carinho que senti por Cássia (vulgo Cacá), filha de Grotões dos Bezerras; tia Lali - "mulher simples, parteira e cantadeira de incelência, de forma docemente gostosa, que amava umas gotinhas de Chanel nº 5" (grifei); Pablo, o homem bom de pegada; e Socorrinha, Abgail, Brígida, Josina, Zuleide, Maria do Amparo... Bom, taí, bem explicadinho, o motivo da intimidade.




MarGGa Duval
diz que em breve
teremos em nossas
paredes, virtualmente,
os quadros que quisermos, bastando
apenas "clicar".



Não sei bem qual a razão do Jefferson insistir para que lhe envie algumas coisas que faço. Talvez por acreditar que tenhamos muito em comum; ou, quem sabe, por achar que você se interessaria pelo meu trabalho; ou, pode ser que ache interessante... Mas você sabe como é irmão, não é (!?), então, por favor, dê o devido desconto.
Mesmo antes de ter lido seu livro ele já me falava de você e me dizia para lhe enviar meus trabalhos. Sempre relutei porque nunca entendi muito bem, mas, depois do "Reencontros na Travessia - A Tradição das Carpideiras", senti-me à vontade".
A Cacá, a pintora do meu romance, simboliza o meu deslumbramento pelas imagens em tela e o que elas significam em minha vida: oásis. Picasso estava certo: "A arte é uma mentira que nos faz compreender a verdade".


Publicado no Jornal OTEMPO em 06.12.2011

Jardins de Monet - Eles existem

Fernando Grilli [Esta é a famosa ponte japonesa, retratada por Monet em 45 obras. Os barcos eram utilizados como apoio na manutenção e limpeza das águas. O artista sempre utilizou o lago como espelho e jogo de reflexões em suas criações e representações de cores, luzes e sombras.]
[Festa+na+Vila-Ana+Maria+Dias.jpg]  (Ana Maria Dias - Festa na Vila)

O Site Lima Coelho já publicou de MarGGa Duval:
1. História da babá fotógrafa surpreende o mundo (27.12.2010)
2. A arte do retrato está viva – Pintura em tela (24.03.2011)
3. A Londres dos pobres – Séculos 18-19 (03.05.2011)
4. Arte Naïf (04.08.2011)
5.Algumas das mais fascinantes controvérsias na arte da pintura em tela (28.20.2011)


 Reencontros na travessia: a tradição das carpideiras no Site Lima Coelho:
Prefácio do livro “Reencontros na travessia: a tradição das carpideiras” , Erisvaldo Pereira dos Santos (04.10.2010)

9 comentários:

  1. Belíssimo texto. Vou conehcer o trabalho da Margga

    ResponderExcluir
  2. A Margga Duval é uma artista de muita sensibilidade. Também adoro o blog dela.
    Bela mulheragem Fátima Oliveira

    ResponderExcluir
  3. Fui confeerir o trabalho da MarGGA Duval. Seu texto é bonito e elogioso, mas é preciso conferir a página para contar que viu. Uma blogagem de arte muito especial.
    Há um texto dela sobre o Museu do Futuro que vale ler

    ResponderExcluir
  4. O museu do futuro | Mol-TaGGe arte e cultura
    28 nov. 2011 ... Hoje vamos ao museu do futuro! Viajaremos alguns anos no tempo e tentaremos
    encontrar o museu de amanhã, onde nossos filhos e os filhos ...
    http://mol-tagge.blogspot.com/view/magazine#!/2011/11/museu-do-futuro.html

    ResponderExcluir
  5. Fátima, o que mais gosto em você é esse coraçãozão cheio de justiça: sempre dar valor a quem merece. Realmente o blog da MarGGa Duval é também uma obra de arte

    ResponderExcluir
  6. Adorei o artigo e tive o imenso prazer de conhecer o Mol-TaGGE, que é maravilhoso

    ResponderExcluir
  7. Vou repetir um comentário que fiz em O conferencismo sequestra a democracia e insulta a inteligência

    Prezada Fátima Oliveira, cada dia a mais eu acho que a senhora é um poço de sabedoria. É sério.

    18 de outubro de 2011 16:16
    http://talubrinandoescritoschapadadoarapari.blogspot.com/2011/10/o-conferencismo-sequestra-democracia-e.html#comment-form

    ResponderExcluir
  8. Fátima , beleza de texto cheio de lindas gravuras. Um cheiro.

    ResponderExcluir
  9. Aline Gomes Torres7 de dezembro de 2011 21:01

    Fátima, a sua sensibilidade para a arte a faz uma mulher grandiosa

    ResponderExcluir